Sou desastrada mesmo, faço tudo errado, choro, danço, canto, falo palavrão, defendo as pessoas que amo, não sou delicada, me apaixono, brigo com tudo e com todos, me estresso facilmente e faço um infinito de coisas que não são consideradas fofas. Não sou perfeita, e pra falar a verdade, nem quero ser.

 

Não há nada como a respiração profunda depois de dar uma gargalhada. Nada no mundo se compara à barriga dolorida pelas razões certas.

As Vantagens de ser Invisível. (via epdemic)

(Fuente: vivo-num-mundo-de-sagas)